Hippies, reclamações e Dia dos Namorados

Os anos 60 foram marcados pela mudança da sociedade e pelas idéias de Paz e Amor, trazidos pelas comunidades Hippies. Os hippies viviam em comunidades e faziam uso exagerado de drogas e psicotrópicos pesados, eram conhecidos pela emancipação sexual, a prática de nudismo e a adoção de religiões como budismo e o hinduísmo. O movimento hippie não deu certo, apesar de ter tido grande participação nos anos 60 e 70 ele terminou com a chegada dos anos 80. Mas porque será que ele terminou? As idéias não eram fortes o suficiente? As pessoas não se convenceram? Não, ele deu errado pois não se vinculava a realidade.

O movimento Hippie não deu certo pois não visava tentar mudar a sociedade, mas sim ignorá-la, o movimento se fechava em comunidades no interior e se distanciava do mundo. Quantas vezes você já não se distanciou da realidade quando o assunto é o coração?

Hoje é segunda-feira, o dia dos namorados ficou para trás, e no sábado você solteiro estava bravo, irritado e alguns até choraram, pois estavam sozinhos, então vemos aquele movimento no Twitter, no Orkut e Facebook, de pessoas xingando o dia dos namorados, chamando de data comercial. E você sabe por que essa sua reclamação não vai dar em nada? Porque ela está longe da realidade, é muito fácil olhar e dizer: “Maldito seja o dia dos namorados!”, mas o que você fez do dia dos namorados do ano passado para este para mudar seu status? Você investiu em algum relacionamento sério? Você se esforçou para que o seu antigo relacionamento desse certo? Ou simplesmente fez igual a este sábado, e ficou apenas reclamando?

Como eu disse no twitter, eu detesto pessoas pessimistas, o pessimismo é uma postura de quem desistiu de lutar.

Todo anos temos o mesmo movimento de solteiros revoltados, no ano passado eu lembrei que postei que um amigo meu escreveu no Nick do MSN: “F*** O dia dos namorados!”, e como eu disse no ano passado: “Os judeus não comemoram o Natal, e nem por isso você vê eles dizendo: F*** o Papai Noel!”.

Então se você passou o sábado reclamando, perdeu uma ótima oportunidade de sair e conhecer alguém, não sinta raiva do dia dos namorados, e de quem namora, lembre-se que ano que vem pode ser você a passar esse dia com alguém, trabalhe para mudar o seu status de solteiro, se tiver problemas, me mande um e-mail, eu tenho sempre alguém para apresentar.

“Sentir raiva da felicidade de alguém é a postura de quem sente raiva de si mesmo e não consegue mudar” – Philippe Carvalho

Anúncios

Série “Antigos Pensamentos” – 30/12/2009 – The good old fashioned way…

Quem já leu meu blog reparou que eu sinto falta de antigamente e quando eu falo antigamente me refiro a minha infância, graças a Deus eu tive um ótimo exemplo de casamento dentro de casa, meus pais são casados há 23 anos e muito felizes. Eu sinto falta de quando os casais se respeitavam, de quando eles sentavam com a família para conversar, hoje quem cuida dos filhos é a televisão e a internet, eu sinto realmente falta de ver casais tentando superar os problemas ao invés de pedir divórcio.

E não é só disso que eu sinto falta, sinto falta de letras de músicas que não tratem as mulheres como pedaços de carne, também sinto falta de uma televisão que não tenha só piadas de duplo sentido e alusões ao sexo. Sinto falta de desenhos animados que não invoquem demônios. Sinto falta do romantismo assumido da década de 90.

Aliás como sinto falta do romantismo, tanto no cinema quanto na vida, antigamente se ia ao cinema para assistir romances, hoje o máximo que você consegue assistir é uma comédia romântica, onde todo o foco não é o romance e sim o sexo, não conseguiria ir ao cinema para assistir “Encontro de Casais”, onde pessoas que estão acostumadas a trair seus parceiros vão para uma ilha tentar salvar seus relacionamentos, onde você não consegue ver se quer uma cena de romance, e sim cenas de nudez e alusão ao sexo! Eu sou fã de assistir: “Louco Por Você”, “Ironias do Amor”, “Grease”, “O amor pode dar certo”, “Uma linda mulher”, “Cidade dos Anjos”, “Um lugar chamado Nothing Hill”, “Tudo Acontece em Elizabethtown”, “10 Coisas que eu odeio em você”, “Dirty Dancing”, “4 Casamentos e 1 Funeral”, “Quando um homem ama uma mulher”, “A Primeira Vista” e “Mensagem Para Você”.  Eu sei que muitos não são da década de 90, mas é sempre bom lembrar-se de um bom romance.

Hoje o engraçado é acreditar que tem gente que acredita que American Pie é uma comédia romântica, bem vou parar antes que isso parece uma lista do Twitter. O que eu quero dizer com tudo isso, é que o mundo molda o ser humano… tenho medo do que o mundo vai moldar nos próximos dez anos, pois eu vejo hoje o que o mundo moldou nos últimos 10 anos e fico profundamente chateado.

Vai ver eu sou só um cara a moda antiga, que curte andar de mãos dadas, escrever poemas e assistir romances abraçado com a minha namorada (quanto tenho uma!).

“Criamos monstros românticos que faziam serenatas e hoje colocamos eles para viver enjaulados dentro de uma sociedade carnal”  – Philippe Carvalho

BlogBlogs.Com.Br